A Resolução nº 152, publicada na última quarta-feira,18, no Diário Oficial da União prorroga o prazo de pagamento dos tributos federais para empresas enquadradas no Simples Nacional. A medida foi adotada em decorrência dos impactos causados pela pandemia do Coronavírus às microempresas, que estão sofrendo redução do faturamento. Veja a resolução na íntegra:

O impacto do coronavírus na economia local é imediato. Segundo levantamento do Sebrae, restaurantes e shoppings tiveram queda de 70% no faturamento durante o fim de semana passado (entre 13/03 e 15/03). E há outros números que preocupam muito o setor produtivo. O serviço de delivery, por exemplo, apresentou queda de 15%. O segmento de eventos também está em situação crítica. Desde a última quinta-feira (12/03), diversas medidas vêm sendo tomadas para diminuir a transmissão do Covid-19, como o fechamento de academias e museus.

Em virtude do avanço do Coronavírus no Brasil, a Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL-DF) divulga as seguintes recomendações para orientação dos associados.

Atendimento ao Público
– Orientamos aos nossos associados que, em áreas de atendimento ao público, seja disponibilizado álcool gel aos clientes e que a limpeza de pisos, corrimãos, maçanetas e banheiros seja feita com álcool 70% ou solução de água sanitária e com uma frequência maior.

A CDL-DF e representantes do setor produtivo do DF (Fecomercio, Sebrae e Fibra) estiveram nesta segunda-feira no Palácio do Buriti com o governador Ibaneis para pedir medidas que preservem a atividade empresarial e a manutenção de emprego, renda e arrecadação frente ao avanço do coronavírus. O setor de serviços - bares, restaurantes, hotelaria, eventos e demais atividades de entretenimento - foi eleito como prioritário pelos empresários para ser contemplado com medidas emergenciais de natureza fiscal e creditícia, como por exemplo diminuição da alíquota do ICMS de 18 para 17%. 

Com o avanço contínuo das tecnologias, a capacidade de oferecer uma experiência agradável em todos os canais, desde o pedido inicial até o processo de entrega, é essencial para os varejistas. Mesmo sendo uma estratégia de importância, algumas empresas ainda não adotam as ferramentas necessárias para disponibilizar essa troca com o cliente. De acordo com uma pesquisa recente de Engajamento do Cliente, realizada pela enVista, 95% dos varejistas planejam ter uma única plataforma de comércio implementada em três anos.