Dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) mostram que as micro e pequenas empresas foram responsáveis por 76% do saldo de contratações com carteira assinada em 2022. No total, foram abertas 585,6 mil vagas pela categoria de um total de 770,6 mil. Resultados como esse reafirmam a importância estratégica dos pequenos negócios para a retomada econômica do país.

Já sabemos que são muitos os benefícios das micro e pequenas empresas para a economia. A categoria gera empregos, garante dignidade e poder de compra ao cidadão, movimenta a economia local, aumenta a competitividade no mercado e estimula o consumo.


Nesse momento, após dois anos de pandemia nos quais precisamos nos reinventar, é preciso dar destaque para a necessidade de proteger e estimular o crescimento do ambiente de negócios. Desburocratizar, simplificar e diminuir a tributação e proporcionar maior acesso ao crédito são os primeiros passos para que o pequeno empresário assuma seu protagonismo na recuperação econômica.


Wagner Silveira Jr.
Presidente da CDL-DF