Em virtude do avanço do Coronavírus no Brasil, a Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL-DF) divulga as seguintes recomendações para orientação dos associados.

Atendimento ao Público
– Orientamos aos nossos associados que, em áreas de atendimento ao público, seja disponibilizado álcool gel aos clientes e que a limpeza de pisos, corrimãos, maçanetas e banheiros seja feita com álcool 70% ou solução de água sanitária e com uma frequência maior.

A CDL-DF e representantes do setor produtivo do DF (Fecomercio, Sebrae e Fibra) estiveram nesta segunda-feira no Palácio do Buriti com o governador Ibaneis para pedir medidas que preservem a atividade empresarial e a manutenção de emprego, renda e arrecadação frente ao avanço do coronavírus. O setor de serviços - bares, restaurantes, hotelaria, eventos e demais atividades de entretenimento - foi eleito como prioritário pelos empresários para ser contemplado com medidas emergenciais de natureza fiscal e creditícia, como por exemplo diminuição da alíquota do ICMS de 18 para 17%. 

A empresa responsável pelas obras apresentou as fases de execução das novas obras, que têm como objetivo de diminuir o impacto para as lojas e para o público, inclusive com relação ao trânsito do local. Para o presidente da CDL, “é importante a participação dos lojistas, como forma de aprimorar o processo, a partir dos aprendizados da primeira etapa”.

O presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL-DF), José Carlos Magalhães Pinto, e o presidente da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas, José César da Costa, se reuniram na tarde dessa terça (12), em Brasília, com o presidente do Banco de Brasília (BRB), Paulo Henrique Costa.

Um dos principais serviços oferecidos pela Câmara dos Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL-DF) é o Certificado Digital. A ferramenta é capaz de comprovar a identidade de pessoas físicas ou jurídicas, assegurando as transações online de documentos que necessitam de assinatura entre as empresas, fornecedores, clientes e parceiros.