Foi divulgada esta semana, a edição de setembro do Panorama do Comércio, relatório mensal da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) que compila os principais dados econômicos e sociais relacionados ao comércio.

Segundo o relatório, depois do recuo observado em junho de 2021, o comércio voltou a registrar um resultado positivo no mês de julho. O avanço das vendas do varejo foi de 1,2% na comparação com o mês imediatamente anterior, aponta o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado reforça o cenário de retomado do setor. Num horizonte de tempo maior, isso fica ainda mais evidente: no acumulado de 12 meses, o comércio varejista registra avanço de 5,9%, enquanto o varejo ampliado registra alta de 8,4%.

De acordo com a Fundação Getúlio Vargas, em agosto de 2021, a confiança do comércio registrou leve recuo, mas ainda segue acima dos 100 pontos, indicando prevalência do otimismo. O setor segue, ademais, abrindo vagas formais de trabalho. O resultado de julho de 2021 foi, segundo o CAGED, recorde neste ano: 74,8 mil vagas foram criadas pelo comércio. Considerando todos os setores da economia, mais de 308 mil vagas foram criadas em julho.

No âmbito macroeconômico, o avanço recente da inflação e a queda do PIB do segundo semestre servem de alerta para os riscos ainda presentes no cenário. O Produto Interno Bruto recuou 0,1% no segundo trimestre, na comparação com o trimestre anterior.

O relatório completo está disponível no site da CNDL

Fonte: Varejo S.A