Levantamento da CNDL/SPC Brasil aponta que data tem potencial de movimentar R$ 18,06 bi no comércio. Esposos (as) são maioria no ranking dos presenteados. Consumidores vão gastar em média R$ 196 com presentes. Roupas, perfumes e cosméticos lideram o ranking dos itens mais procurados

De acordo com o presidente da CNDL, José César da Costa, apesar do momento delicado na economia, a data conta com muitos consumidores interessados em presentear a pessoa amada.

“O país ainda enfrenta um momento delicado de crise, o orçamento apertado e o aumento da inflação impactam nas compras. Embora para muitos consumidores o momento seja de conter os gastos, esta é uma data importante, em que o ato de presentear acaba sendo uma demonstração de afeto”, defende ele.

Para conferir a pesquisa completa clique aqui:

 

Fonte: Varejo SA